Opinião

Diogo Gomes

17 de Maio - Dia Internacional contra a LGBTIfobia

Quem tem medo da bandeira arco-íris em Torres Novas?

Opinião de Diogo Gomes

António Gomes

Ainda as sondagens

Até hoje as empresas responsáveis pelos estudos de opinião não foram capazes de reconhecer o mau serviço prestado à democracia.

Patrícia Alves

Discurso de ódio e a extrema direita

O ser humano é facilmente convencido de que a culpa do seu fracasso é de outro

Graça Martins

Analisar os constrangimentos e potencialidades para se implementar uma estratégia de Conhecimento, Educação e Cultura no distrito de Santarém

Uma reflexão de Graça Martins sobre a urgência de encontrar estratégia para os tempos actuais. Do nacional até à realidade local.

"Porque a educação não acontece sem espanto, sem energia, sem encantamento. A aprendizagem tem de ser relevante e emancipatória, o ensino tem de ser empolgante. "

Patrícia Alves

Desigualdades sociais

Temos que nos lembrar que nem todos começam no mesmo lugar na corrida da vida

Mariana Varela

Violência na família

As relações conjugais assentes nesta “relação de poder” serão sempre fontes de infelicidade e desgaste para quem as vive.

Mariana Varela

Maioria absoluta e Democracia?

O escrutínio político, para o PS, é uma chatice

Neste orçamento estão criadas todas as condições para que se concretizem as acções - na rede viária, no Almonda, no apoio às Bandas, entre outras -  que significarão um avanço na qualidade de vida da população de Torres Novas. Esperamos que se concretizem. Estamos atentos e seremos exigentes.

 

Estranhamos e muito a apresentação das Tarifas para 2019, que, em nossa opinião, introduz alterações profundas à estrutura do tarifário, consagra um enorme aumento das tarifas e não explica nenhuma das alterações.

Ao abrigo do Estatuto Direito de Oposição o BE reuniu com o Presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, no passado dia 23 de Outubro, e apresentou as ideias que considera fundamentais para as Opções do Plano e Orçamento/2019.

"Parece-nos que aquilo que PS e PSD aprovaram sozinhos na Assembleia da República com a discordância das outras forças políticas é uma lei de desresponsabilização do estado central de algumas das suas competências basilares: Educação, Saúde e Cultura" - intervenção de Luís Miguel Fanha na Assembleia Municipal

"Entendemos que a Assembleia Municipal deveria recomendar à CM que tome a iniciativa junto dos restantes municípios para que tudo se clarifique, incluindo a indicação de outros representantes para desenvolverem as diligências necessárias junto das várias instituições – um grupo técnico que preste contas junto dos responsáveis políticos". - Intervenção de João Carlos Lopes na Assembleia Municipal

Páginas