Opinião

Ana Costa

Da cozinha à mesa…na escola!

Parece-me já haver argumentos suficientes para que se regresse à confeção dos alimentos nas escolas.

António Gomes

P’la nossa saúde

O acesso universal à saúde tem de ser assegurado a todos e isso não está a acontecer no concelho de Torres Novas.

Ana Costa

Mobilidade sim mas sustentável!

Ferrovia... Se há 165 anos foi a inovação que veio trazer desenvolvimento ao interior, agora pode e deve continuar a sê-lo, assim haja vontade de a fazer capaz de competir com os veículos da terra e do ar e voltar a ligar populações

António Gomes

A democracia é uma chata!

Aprovam-se alterações significativas no património da urbe, muda-se a face da cidade sem que ao menos a Câmara Municipal tenha tempo de analisar tais alterações, exista algum contraditório

José Júlio Gonçalves

No sul do concelho

Agora parece que há medo em abordar os problemas locais de frente com medo de aparecer por aí alguma represália.

António Gomes

A água tem dono?

O debate sobre a propriedade da nascente do rio Almonda e das suas águas está lançado.

Roberto Barata

O quotidiano e as reuniões de Câmara

A forma de trabalhar está montada para que, quem está no poder, permaneça.

Há 3 anos (!) que o BE espera por esta informação. Quantos loteamentos estão aprovados no concelho? Conheça o texto integral em baixo.

Mais uma vez o PS recusou um programa que visava promover a mobilidade suave no concelho. O PSD absteve-se. Conheça a proposta na íntegra. 

A orientação política do PS para a área do Urbanismo está a destruir qualquer réstia de ousadia para se investir no concelho, para os que pretendem reconstruir, os que pretendem construir a sua própria casa e os que querem investir num negócio, tudo é cilindrado pelo tempo de espera, passam-se anos, 3 , 4, 6, e mais anos à espera de uma resposta às suas pretensões, tirando aquelas excepçõezinhas de resolver tudo na hora de um dia para o outro, mas isso é para outra conversa. - intervenção de António Gomes na Assembleia Municipal

Plano de Pormenor foi votado mas a Declaração de Impacto Ambiental está caducada, assim como o Contrato de Planeamento. Intervenção de Rui Alves Vieira na Assembleia Municipal - «... a verdade é estamos perante duas inconformidades formais, que o BE considera serem merecedoras de uma resposta por parte do executivo Municipal». Mas não houve resposta.

«Há é outro problema, que é o estacionamento de superfície. Aquele que é mais imediato para permitir ao cidadão deslocar-se ao centro da cidade para ir ao banco, à câmara municipal, à junta de freguesia à farmácia e, não menos importante, fazer compras no comércio e serviços que ainda restam no centro da cidade.» - intervenção de Luis Miguel Fanha na Assembleia Municipal de 11 de Maio

Páginas