Opinião

Roberto Barata

O quotidiano e as reuniões de Câmara

A forma de trabalhar está montada para que, quem está no poder, permaneça.

António Gomes

Responsabilidade, essa malvada

A culpa nunca é dos responsáveis políticos do PS

Graça Martins

Com a festa do avesso

É a democracia a desgastar-se neste cenário composto, onde só o Hino Nacional obriga a erguer o corpo sentado

Roberto Barata

"A fome e a vontade de comer"

Que histórias terão as partes a contar uma sobre a outra para provocar ações premeditadas e eticamente reprováveis?

Ana Costa

O peso da bandeira arco-íris

Não faz sentido invisibilizar a comunidade LGBTI. Isso é o mesmo que dizer que não existem, que os seus problemas não são relevantes.

António Gomes

O futuro aqui tão perto

O que mais me preocupa e até me aborrece é a ausência total de um qualquer fiozinho de estratégia que contrarie o rumo dos acontecimentos.

Ana Costa

Política é tudo! Mas nela não vale tudo!

Porque não, não são todos iguais, e se os há que já provaram que são mais do mesmo outros merecem o benefício da dúvida, assim defendam eles valores democráticos!

Após conhecimento da vacinação abusiva do vereador Carlos Ramos, BE considera que este não tem condições para se manter no lugar

O BE alertou 3 vezes, o PS ignorou. Agora o assunto tem que ser objecto de rectificação. Não se podia aprovar um empréstimo de 720 mil euros para uma obra que custa 240 mil euros.

Câmara aprovou o Protocolo. Conheça as críticas do BE a um protocolo que na prática anuncia outro protocolo. Declaração de voto da vereadora Helena Pinto

Declarações de voto da vereadora Helena Pinto sobre: Protocolo entre o Município e a PSP; Adenda ao contrato de empréstimo para obras municipais; Empreitada Eficiência Energética Piscinas Municipais; Empreitada Pavimentação Estrada Fulgalvaz - Alburitel

Vereadora Helena Pinto reagiu indignada: "Não posso deixar de registar o meu espanto quando sou confrontada com um prolongamento do contrato (aquele que a Câmara por unanimidade denunciou há 2 anos atrás) para que 'não se caia no vazio e a cidade seja privada deste tipo de equipamento'. Porque não foi cumprida a decisão de 2018?"

Páginas