Opinião

António Gomes

Frenesim

«O tempo que vivemos é propício ao nervosismo, ao vai-vai, ao tem de ser, ao lufa-lufa, é agora, não foi em quatro anos, nem em 30, mas é agora, o povo quer é obras novas»

António Mário dos Santos

Começam a escassear as alternativas

Perguntem-me se  acredito se Pedro Ferreira, ou António Rodrigues, serão capazes de resolver, ante a inevitabilidade da mudança,  os problemas concelhios. 

Rui Alves Vieira

DEIXEM O SOBREIRO EM PAZ

«Esta é uma questão que nos está a ser imposta “de cima para baixo”, e tem a ver com um modelo de cidade que eu considero abusivo e incompetente e que em nada nos diferencia nem nos projeta para um futuro melhor e mais atrativo da comunidade torrejana.»

Maria José Formigo

O desafio é grande, mas superável.

Sobre os resultados preliminares dos Censos 2021

António Gomes

Alguma seriedade

Se o debate da campanha prosseguir neste tom, dos mega-projetos e dos mega-milhões, perdemos mais uma oportunidade

Mariana Varela

Pensar a cidade

“Que dinâmicas sociais, culturais, económicas, territoriais, isto é, humanas, desejamos e devemos construir?”

António Gomes

Poderia ter sido diferente

Quando mais se precisa, é que os apoios devem chegar, uma política municipal com preocupações sociais era o que tinha feito a diferença no ano passado.

Assuntos colocados no PAOD (Período Antes da Ordem do Dia) e declarações de voto apresentadas pela vereadora Helena Pinto

Assuntos colocados no PAOD (Período Antes da Ordem do Dia) e declarações de voto apresentadas pela vereadora Helena Pinto.

Video aqui: Reunião da Câmara Municipal de Torres Novas de 04/05/2021 - YouTube

Há 3 anos (!) que o BE espera por esta informação. Quantos loteamentos estão aprovados no concelho? Conheça o texto integral em baixo.

Mais uma vez o PS recusou um programa que visava promover a mobilidade suave no concelho. O PSD absteve-se. Conheça a proposta na íntegra. 

A orientação política do PS para a área do Urbanismo está a destruir qualquer réstia de ousadia para se investir no concelho, para os que pretendem reconstruir, os que pretendem construir a sua própria casa e os que querem investir num negócio, tudo é cilindrado pelo tempo de espera, passam-se anos, 3 , 4, 6, e mais anos à espera de uma resposta às suas pretensões, tirando aquelas excepçõezinhas de resolver tudo na hora de um dia para o outro, mas isso é para outra conversa. - intervenção de António Gomes na Assembleia Municipal

Páginas